O homem, o pênis e a vagina

O-homem-o-penisNão me atreverei analisar o tema com uma visão freudiana pois não sou letrada para tanto. O que tenho sim é experiência de vida e consequentemente certo conhecimento (vivido na prática) acumulado.

Desde que comecei a querer e a conhecer o corpo masculino, observo que certos homens têm a necessidade de dar nome ao seu pênis; já ouvi coisas do tipo:”ele”, ”júnior”, “o querido”, “jonas”, “o amigo”, entre outros. E, já que estes pênis possuem nomes próprios, são tratados como se fossem uma pessoa. Uma vez um cara me disse: Dá um beijo nele? Eu, sabendo do que se tratava, tive de tirar um sarro e disse: Nele? Tem outro cara aqui? Chama ele aí, vamos fazer uma brincadeira a três.

Há também os homens que se referem à vagina na terceira pessoa: Ah! Deixa eu tocar nela! Ou então: Deixa “eles” conversarem (quanta gente nessa cama, penso eu).
Vendo os órgãos genitais como um ser à parte, fica fácil compreender por que certos homens acham que sexo é apenas a penetração, o famoso pau dentro. Daí eles reclamam que a mulher não é boa de cama, que ele quase não teve vontade de gozar, entre outras bobagens.

Estes homens acabam sendo aqueles que só servem para trepar e olhe lá. Sim, trepar mesmo, tipo bicho, pois este tipo de homem descompreende o quão gostoso e complexo é o sexo.

Um aviso ao homens que assim se comportam e para as mulheres que aceitam este comportamento: os órgãos genitais não têm vida própria, fazem parte do nosso corpo; portanto, esqueçam do “amigo”, ”júnior”, “dela”.

Sexo não se resume em pênis e vagina. Sexo de qualidade começa com um bom papo, um carinho no rosto – até chegar numa mordidinha no dedão do pé. E, de um extremo ao outro, são feitas várias paradas: para se aproveitar cada parte do nosso corpo.

 

Foto: Sandy Lewanscheck/Stock.xchng

6 Responses

  • Ai que delicia essa descrição final de sexo, simplesmente perfeita! Só de ler, dá vontade de fazer….

  • ainda bem que eu sou especialista em sexo oral… hehehe, pergunte a pessoa do primeiro comentário…. Gente, tem q ter carinho mesmo, sensualidade… e deixar sentir o mel escorrer… é muito bom

  • Alguma redatora do blog poderia redigir sobre o seguinte tema: MULHERES QUE MENTEM OU OMITEM A VERDADE ! ????

  • Cada uma tem aquilo que merece ! Talvez, a referida trepada seja apenas o que vc mereça… e nada mais…

  • Eu não recrimino os guris por personificarem sua genitália. Tá certo que eu nunca conversei com os meus seios – tipo “eba! hoje a gente vai se dar bem” enquanto me arrumava para uma festa – mas eles sempre estiveram aqui embaixo e eu sempre soube como eles me ajudam. Oh! E como.

    Mas no caso dos homens, com a educação machista e conservadora, eles acabam é dividindo a responsabilidade e as cobranças da sociedade com o pênis de uma forma lúdica.

    Se o indivíduo evoluiu, descobriu que sexo e muito mais que genitália, e ainda manteve o apelido pro biló, fazer o que? Se o cara não cresceu, talvez o problema seja bem maior que falar com o tico. Talvez não tenha solução. Talvez ninguém tenha tido paciência de mostrar algo mais interessante para eles (ele e o seu amigo pênis)…

  • Bom, tive sorte de conhecer a pessoa que redigiu esse texto (me refiro a uma conversa no skype) e em vez de comentar, como alguem fez, que ela recebe o que merece (o que me fez sorrir pela arrogancia do comentario – confiando na diferente reação emotiva de quem escreveu aquilo – aliás chorar e bater a cabeça na parte mais dura do muro) resolví analisar o momento:

    homem adora comer mas não diferencia entre se alimentar e ficar gordo, fazer sexo é uma emoção que envolve cheiro, formas, quimica, timing e, principalmente é o prazer puro de ser feliz deixando feliz mais uma pessoa. nada contra os apelidos intimos que podem até ser legais para criar uma sintonia mas esquecemos o conceito de penetração e alimentamos o de interação.

    Mulheres, isso não significa que to criticando os homens. Vcs tbm teem que oferecer algo a mais. Ser a mais gostosa e a mais disponivel para mim significa faltar em amor proprio. Verdade que o homem não é o maximo da qualidade hoje mas um ajuda a mais dificilmente vem por vcs.

    Para concluir, tudo vem com o respeito reciproco.

    Abraço.

    f

Sua opinião é de quinta...